sexta-feira, 21 de dezembro de 2007

QUANTAS VEZES ...
Quantas vezes nós pensamos em desistir,
Deixar de lado o ideal e os sonhos;
Quantas vezes batemos em retirada
Com o coração amargurado pela injustiça;
Quantas vezes sentimos o peso da responsabilidade
Sem ter com quem dividir;
Quantas vezes sentimos solidão,
Mesmo cercado de pessoas;
Quantas vezes falamos sem ser notados;
Quantas vezes lutamos por uma causa perdida;
Quantas vezes voltamos para casa com a
Sensação de derrota;
Quantas vezes aquela lágrima teima em cair,
Justamente na hora em que precisamos
Parecer fortes;
Quantas vezes pedimos a Deus
Um pouco de força,
Um pouco de luz;
E a resposta vem, seja lá como for:
Um sorriso, um olhar cúmplice,
Um cartão, um bilhete, um gesto de amor;
E a gente insiste;
Insiste em prosseguir, em acreditar,
Em transformar, em dividir,
Em estar, em ser;
E Deus insiste em nos abençoar,
Em nos mostrar o caminho:
Aquele mais difícil,
Mais complicado, mais bonito.
E a gente insiste em seguir,
Porque tem uma missão...
SER FELIZ!

Que no próximo ano pensemos e busquemos tudo o que realmente vale a pena;
que possamos superar os nossos limites e aceitar o desafio de transformar
o mundo em um lugar melhor.
Para vocês um Natal de Felicidade, iluminado por DEUS, e que
2008 reserve intensos momentos de harmonia, realização e paz.

quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Examina quanto tempo diariamente dedicas à tua vida espiritual.
Trabalhas, veste-te, distrai-te, alimenta-te, dormes e reservas breves minutos ao espírito Encarnado, mediante uma rápida oração, uma pequena leitura, ou ouves uma palavra; às vezes nenhuma destas concessões lhe facultas.
O homem não é apenas o corpo-mente. Antes de tudo é o ser espiritual, que conduz os implementos corpo-mente e exige atendimento espiritual para bem executar as tarefas que lhe dizem respeito.
O corpo necessita de cuidados para viver, mas, a alma, também.

(Joanna de Ângelis)