sexta-feira, 15 de maio de 2009

Ser Mulher


No princípio eu era a Eva, nascida para a felicidade de Adão.
E meu paraíso tornou-se trevas porque ousei buscar libertação.
Mais tarde fui Maria.
Meu pecado redimiria dando à luz aquele que traria a salvação.
Mas isso não bastaria pra eu encontrar perdão.
Passei a ser Amélia, a mulher de verdade para a sociedade.
Não tinha a menor vaidade, mas sonhava com a igualdade.
Muito tempo depois decidi: Não dá mais!

Quero minha dignidade.Tenho meus ideais...
Hoje não sou só esposa ou filha
Sou pai, sou mãe, sou arrimo de família
Sou caminhoneira, taxista, piloto de avião.
Policial feminina, operária em construção.
Ao mundo peço licença pra atuar onde quiser.
Meu sobrenome é Competência.
O meu nome é Mulher!!!!

(Homenagem ao dia das mães)

Um comentário:

Ana Corina disse...

Oi querido, desculpa eu não ter respondido teus últimos comentários, mas leio e, claro, adoro todos!
Adorei as novas do Sushi também. Beijão pra vcs! A Jane desistiu de doar a Mel mesmo porque ela é MUITO arisca.