quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Arthur Schopenhaver.



Um comentário:

Sônia Silvino disse...

Concordo totalmente!!!!!!!!!!
Beijos!