segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Sobe para 47 o número de mortes em SC


Mais quatro pessoas teriam sido vítimas de soterramentos em Blumenau
O número de mortos pela chuva continua subindo em Santa Catarina por conta da chuva dos últimos dias. O Estado já conta 47 vítimas fatais da chuva, desde sábado.
Mais quatro pessoas teriam morrido, vítimas de soterramento, em Blumenau. A Defesa Civil de Santa Catarina ainda não recebeu informação oficial sobre essas mortes, apuradas pela reportagem do Jornal de Santa Catarina. Com isso, já são 14 os mortos em razão da chuva em Blumenau.
Quatro pessoas de uma mesma família morreram soterradas nesta manhã em Rodeio, no Vale do Itajaí. Um deslizamento de terra atingiu a casa onde elas estavam. A Defesa Civil ainda não tem mais informações sobre a identidade das vítimas.
Duas mortes foram confirmadas por volta das 10h30min desta segunda-feira, em Benedito Novo. Cinco pessoas moravam na casa atingida por um desmoronamento. Duas haviam saído para ir à escola e, das três que ficaram, uma deixou o local ao ouvir um barulho. Duas mulheres que estavam na casa morreram soterradas.
Na manhã desta segunda-feira, a Defesa Civil de Santa Catarina confirmou a morte de nove pessoas em Ilhota, no Litoral Norte.
Também nesta segunda, quatro pessoas morreram em um deslizamento de terra no bairro Barra do Rio do Serro em Jaraguá do Sul. A Defesa Civil suspeita que haja outras pessoas soterradas no local, onde três casas teriam sido atingidas.
Depois das 3h da manhã desta segunda-feira, mais uma pessoa foi soterrada em Blumenau, que já conta 10 falecimentos.
Em Rancho Queimado, na Grande Florianópolis, outras duas pessoas também morreram vítimas de soterramento.
Na noite de domingo, um jovem de 17 anos morreu por afogamento em Blumenau. O rapaz caiu de uma canoa que virou enquanto passava pela rua República Argentina, no bairro Ponta Aguda, que está alagada.
Outras oito mortes aconteceram em Blumenau, no Vale do Itajaí, no domingo. Perto das 6h, bombeiros encontraram cinco pessoas soterradas na rua das Bromélias, na Fortaleza Alta, onde mais três foram retiradas com ferimentos e encaminhadas para os hospitais.
Na rua Botuverá, bairro Itoupavazinha, na madrugada de domingo, duas pessoas foram retiradas de outro soterramento: uma com vida e outra morta. No sábado, também por causa da enxurrada, uma menina de três anos morreu soterrada na rua Araranguá e um adolescente de 16 anos morreu na rua Eça de Queiroz.
A Defesa Civil estadual registrou por volta das 17h mais uma morte por soterramento em Blumenau, mas ainda não havia informações sobre o local.
Em Brusque, também no Vale do Itajaí, a Defesa Civil confirmou a morte de um homem de aproximadamente 35 anos. A casa onde ele estava foi atingida por um deslizamento de terra.
Em Jaraguá do Sul, no Norte, a moradora Silvana Martins Manske, 30 anos, e as filhas de três e seis anos morreram soterradas depois que a casa onde estavam foi atingida por um deslizamento, no sábado, por volta das 23h30min, na rua Irineu Franzler, no bairro Tifa Martins.
Em Bom Jardim da Serra, no Planalto Serrano, foi registrada uma morte causada por um acidente de carro seguido de afogamento, na noite de sábado. Em Luiz Alves, no Vale do Itajaí, quatro pessoas morreram soterradas no domingo.

Matéria: Diario Catarinense

Um comentário:

maristela disse...

Amigo, fico tão triste com isso. Não é de hoje que estas cidades sofrem com a revolta da natureza e entra governo e sai governo e nada muda. Pior é que as criaturas vão voltar para os lugares perigosos, virão novas chuvas, etc etc.
Espero que tudo se acalme e Deus olhe por vocês, porque já vi que só ele mesmo
abração